Virando a mesa – Tia Luma

Tempo de leitura: 3 minutos

imagem 1Hello pessoas, tudo bem com vocês? Venho hoje escrever sobre algo bem interessante e inspirador… De onde surgiu a minha ideia de fazer o intercâmbio!

Mas antes de tudo quero me apresentar! Sou a Luma, tenho 26 anos, moro no Rio de Janeiro, e sou conhecida nos dias de hoje como Tia Luma, rsrs

Antes que eu esqueça, estou indo em junho para Dublin! #AnsiedadeTomaConta 😀

Senta aí que a leitura vai ser motivadora, rápida e bem gostosa. Te garanto!

O intercâmbio surgiu assim muito do nada sabe, eu nunca tive desejo de fazer intercâmbio, mas sempre tive o sonho de morar fora do país. Por conta da minha área de formação, graduação em Análise e Desenvolvimento de Sistemas, eu sempre pensei no Canadá (muitos pensam, para área de informática lá é excelente). Desde sempre eu queria buscar algo a mais e ter um futuro diferente para mim. Entre idas e vindas de relacionamentos, eu ia casar e iria morar em Dubai isso em 2014, hoje agradeço por não ter ido, e ter acontecido um bando de coisas ruins comigo, assim obtive amadurecimento e um crescimento fora do comum.

E então entre amizades e conversas, fui convencida a fazer um intercâmbio.

Em Julho de 2016, uma pessoa conseguiu me fazer enxergar de que seria uma boa me jogar nessa ideia, e que seria uma excelente vivência, fui convencida a voltar a sonhar novamente, fora o curso de inglês que obviamente, é o foco inicial, até porque a Tia aqui, sofreu bullying quando confundia children por chicken na escola (prevejo risos)…

Tia LumaE então, essa seria a oportunidade de crescimento que eu sempre quis e nunca tive coragem ou um empurrão para fazer. Sei que é a fase de mais amadurecimento, e vai ser uma mudança de vida cuja qual eu sempre quis para mim.

Cansei dessa mesmice, cansei de não ter mais desafios, e cansei de não ter mais mudanças boas na minha vida. Não estava mais feliz com a vida que eu tinha, arrisquei e decidi meter a cara, jogar tudo para o alto e mergulhar nessa oportunidade que a vida me deu. Falei para mim mesma: – Eu vou! Morando sozinha no Rio de Janeiro por cinco anos, já tinha meu apartamento todo montado e mobiliado da forma que eu sempre quis.

Meu primeiro ano no Rio foi bem tenso, dormi no chão, guardei roupa em caixa de papelão, lavei muita roupa na pia do banheiro, sai da minha cidade sem emprego e sem dinheiro (pense)…

Então, em um prazo de 15 dias, vendi meus 5 anos, dei entrada na minha cidadania, e fechei meu intercâmbio. Hoje, moro com uma Tia, moro mais perto do meu trabalho e durmo até mais, haha

E com a grana que eu pagava minhas contas e meu aluguel, eu pago sozinha a minha viagem.

Se for necessário faço TUDO novamente, aliás, vou fazer quase o mesmo, porém em outro país. E meu amigo (a), força de vontade e garra aqui são as coisas mais fortes!

E desde então, não respiro outra coisa a não ser a contagem regressiva para o tempo passar rápido e a minha vida mudar novamente. 

Se você tá lendo isso, e ainda tem alguma dúvida ou medo, eu só te digo uma única coisa… VAAAAAI, e se der medo, vai com medo mesmo! Os sonhos estão aí para serem realizados e vividos. Eu vou realizar o meu de estar fora! E você?

Gostou do que eu escrevi? JURA? Então fica de olho que já já eu vou trazer mais um texto gostosinho, inspirador, e motivador para vocês! Estarei por aqui escrevendo sobre uns temas bem legais. Espero que gostem. Fiquem de olho que a Tia volta! Um beijo e um queijo

Comments

comments

Os comentários foram encerrados, mas trackbacks e pingbacks estão abertos.